Redes Sociais

Pages

terça-feira, 31 de julho de 2012

SUPERANDO LIMITES COM A MÚSICA



 As vezes reclamamos da vida, mas, esquecemos que existem pessoas que realmente tem motivos para desanimarem, ao invés disso, eles demonstram que com força de vontade tudo é possível. Estou falando daqueles que ao nascerem, ou por sofrerem um acidente adquiriram algum tipo de deficiência. Mais mesmo assim conseguiram se entregar de corpo e alma a música.


Um bom exemplo é o caso de Tony Meléndez, quando estava no ventre da sua mãe, o médico receitou um remédio para ela, que trouxe consequências graves, fez com ele nascesse sem os dois braços. Tony se interessou a aprender um instrumento ao olhar seu pai que tocava violão.  Com muita dificuldade se dedicou e aprendeu. Além de tocar, ele também canta muito bem.


Mark Goffeney também nasceu sem os braços, mas isso não o impediu de aprender guitarra e contrabaixo. Além de participar de comerciais na Fox Television, ele é vocalista e contrabaixista da banda Big Toe.


Agora darei dois exemplos de  famosos que conseguiram superar suas limitações físicas e seguir a carreira musical. 

O guitarrista Jeff Healey (in memorian), ficou cego com um ano de idade, e aos três começou a tocar guitarra, desenvolveu um estilo bem particular, tocando o instrumento no colo como se fosse um piano. 


Outro que nós serve de incentivo para não desistirmos nunca, é caso do baterista do grupo de Hard Rock, Def Leppard. Rick Allen sofreu um acidente de automóvel em 1984, e como consequência seu braço esquerdo foi amputado, mas, isso não impediu de seguir sua carreira. Voltou a assumir as baquetas usando uma bateria adaptada, onde os controles estão nos pés e continua na banda até hoje.


"A MÚSICA É A LINGUAGEM UNIVERSAL"




 

Seguidores